Ingressar no mercado de trabalho antes da formatura é reflexo de uma boa formação

A URI Santo Ângelo está vivendo, desde o início de janeiro, a temporada de cerimônias de colação de grau em cursos de graduação.

O momento é marcante, por encerrar uma etapa e iniciar a trajetória da vida profissional. Não para todos. Tem sido recorrente na URI, há anos, o fato de acadêmicos conquistarem colocação no mercado de trabalho antes da formatura. É comum coordenadores de cursos receberem contato de empresários, solicitando nomes de futuros profissionais.

Mesmo que os diferentes cursos de Engenharia e de Ciência da Computação se destaquem na contratação precoce, todos registram histórico semelhante.

Foi o que aconteceu com Eduarda dos Santos, graduada em Pedagogia no último dia 15 de janeiro. Ela dá seu testemunho, enfatizando a importância de uma boa formação.

“Durante os quatro anos no curso de Pedagogia, aprendemos a teoria sobre o desenvolvimento da criança, a história da educação, como ocorreu o processo de reconhecimento e capacitação dos professores, as relações interpessoais no ambiente escolar, a didática, as metodologias, as responsabilidades e deveres da docência, entre tantos conhecimentos e experiências que o curso proporcionou, para que pudéssemos colocar em prática na hora de exercer a profissão. Além disso, a URI ofereceu programas que incentivaram a minha inserção no mercado de trabalho, sendo de forma rápida durante o período de graduação. Quando iniciei o curso, participei como bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência – PIBID/URI. Em seguida, realizei estágio em duas escolas, que contribuíram para a minha formação, pois assim adquiri experiência.

“Antes mesmo de completar a graduação consegui emprego fixo, atuando como professora em uma turma de Educação Infantil. Dessa forma, friso a importância de uma boa formação, com professores capacitados para mediar os conhecimentos e o apoio da instituição de ensino na qualificação profissional”.