Farmácia da URI integra seleto grupo de cursos, segundo o MEC

O curso de Farmácia da URI Santo Ângelo conquistou a nota 4 (o máximo é 5) na avaliação do INEP do Ministério da Educação, o ENADE de 2019, e o resultado foi alcançado no ano em que o curso chegou a 20 anos de atuação na comunidade regional e santo-angelense.

Segundo o coordenador Tiago Bittencourt de Oliveira (foto) “é motivo de muito orgulho e comemoração que pela segunda vez tenhamos alcançado este resultado, consequência de um trabalho duro da equipe de professores e alunos”.

Tiago observa que “o Enade avalia a infraestrutura, o corpo docente, e a prova dos alunos. Com um corpo docente bem qualificado, o curso vem agregando muitas competências aos acadêmicos e nos últimos anos, algumas alterações curriculares foram realizadas, como os estágios, que passaram por reformulação que os deixaram mais dinâmicos e participativos. São as práticas vivenciais da profissão que fazem a diferença na formação profissional, a integração ensino-serviço é muito importante”.

O coordenador destaca que atualmente o curso integra o projeto do Ministério da Saúde, da Secretaria de Gestão Trabalho e Educação em Saúde, o PET-Saúde Interprofissionalidade. “O projeto PET-Saúde está em sua terceira edição no câmpus de Santo Ângelo e se torna muito importante para a formação dos alunos, profissionais da saúde e professores. O curso de Farmácia está muito envolvido com as ações do PET e além de atividades extensionistas dos participantes, o projeto proporcionou contato com o curso de educação interprofissional para 3 professores da instituição, sendo 2 farmacêuticos. O curso é desenvolvido pela OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde), e esta formação tem sido compartilhada com todo o departamento da área da saúde. Hoje, é o que se tem de mais atual e relevante para a formação da área da saúde na educação superior.”

PESQUISA APROVADA E PRÊMIOS

O curso de Farmácia obteve aprovação de projeto de pesquisa, por meio da Secretaria de Desenvolvimento, Econômico, Ciência e Tecnologia do estado do Rio Grande do Sul. O projeto intitulado “Processamento e desenvolvimento tecnológico de produtos de chia na Região das Missões/RS” foi contemplado com o terceiro lugar e teve a participação de empresas da região e dos cursos de Agronomia e Administração do câmpus de Santo Ângelo.

Tiago enfatiza que professores e alunos do curso de Farmácia têm recebido prêmios nacionais pelos trabalhos desenvolvidos, tanto de pesquisa como de extensão. “Destacamos o trabalho da aluna Andressa Dias da Silva (formada em janeiro de 2020), orientado pelas professoras Cristiane Kratz e Briseidy Marchesan, que recebeu o prêmio Jayme Torres do Conselho Federal de Farmácia no final de 2017. O tema de seleção era Serviços Farmacêuticos diretamente destinados ao paciente, à família e à comunidade.

No início de outubro, a professora Cristiane Kratz recebeu outra premiação com destaque em trabalho de extensão publicado no Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas da ABCF (Associação Brasileira de Ciências Farmacêuticas), trabalho este do projeto PET, em parceria com a aluna de Enfermagem Fabíola Flores e professor de Educação Física Carlos Kemper. Ainda se pode listar o prêmio estadual da acadêmica Andressa Dias da Silva e várias menções honrosas dos trabalhos do curso em congressos nacionais. “Todas essas ações curriculares e extra curriculares têm agregado ao curso muita qualidade, o que foi corroborado com a nota 4. O curso tem gerado oportunidade para que o estudante construa uma carreira de sucesso, atestada pelos egressos muito bem colocados no mercado de trabalho”, conclui Tiago