Plantio de forrageiras amplia aulas práticas e pesquisa nos cursos da área agrícola da URI

 

 

As atividades agrícolas da URI Santo Ângelo não param.

No dia 1º de setembro foi realizado o plantio de uma área experimental para o setor de Bromatologia e Forrageicultura, inseridos nos cursos de Medicina Veterinária e Agronomia.

Destinou-se aproximadamente um hectare para o plantio da forrageiras do gênero Cynodon, que é conhecido como Tifton 85, e se destaca na área de nutrição animal por ser destinada tanto para produção de feno e silagem como para pastejo. O plantio foi realizado pela empresa Irmãos Batistas, que sediados na cidade de Bossoroca, se deslocaram até a URI para realizar o trabalho.

Esta atividade é a base de um projeto cujo objetivo é formar um núcleo de elevado potencial de aprendizagem sobre culturas destinadas à alimentação animal.

Vitor Girardello, coordenador do curso de Medicina Veterinária, observa que “especialmente para o curso de Medicina Veterinária é fundamental, pois possibilita aos alunos uma aula com atividades práticas, permitindo ainda que sejam utilizados animais como bovinos, equinos, ovinos entre outros, para as atividades didáticas. No curso de Agronomia, este plantio vem  diversificar a área destinada ao cultivo de pastagens, permitindo  atividades práticas acadêmicas e de pesquisa, fortalecendo assim todo o núcleo de estudo agrário da URI Santo Ângelo”.

Giradello destaca “o entendimento da direção do Câmpus em fazer um aporte financeiro considerável em um momento como o que estamos vivendo devido à pandemia, o que evidencia o comprometimento da Instituição com a qualidade de ensino ofertada aos seus alunos”.