Curso de Agronomia amplia sua Área Experimental

Nesta semana foi marcada a nova área experimental do curso de Agronomia da URI Santo Ângelo. Esta área de cinco hectares, localizada ao lado do TecnoURI,  destina-se à alta produção e inovação tecnológica. Aí, serão implantados diferentes projetos de pesquisas científicas desenvolvidas pelos docentes, alunos e empresas parceiras do curso, como a Corteva, Mais Soja e Três Tentos.

O curso de Agronomia da URI Santo Ângelo já mantém uma Área Experimental Agronômica de 18 hectares, localizada ao lado do prédio da Agronomia. Agora, portanto, são destinados 23 hectares de área para desenvolvimento das mais diferentes técnicas e sistemas de cultivo agrícola.

Conforme a coordenadora do curso, Professora Engenheira Agrônoma Giselda Ghisleni, “este é mais um momento de concretização e realização de um planejamento que teve início em 2016, quando ingressou a primeira turma do curso de Agronomia no Câmpus de Santo Ângelo. Demonstra o comprometimento e a seriedade na nossa proposta de formar excelentes profissionais na área agrícola,  reunindo ensino, pesquisa, extensão e, principalmente, inovação tecnológica, formando Engenheiros (as) Agrônomos (as) com elevado grau de competência e conhecimento”.

Giselda acrescenta que “o curso tem um horizonte e uma amplitude fantástica. Há muito espaço para crescimento na área de pesquisa, assistência técnica e produção de alto desempenho.  É a Agricultura baseada em ciência, a incorporação de práticas sustentáveis e a mensuração dos impactos nas áreas de segurança alimentar, exportação, agronegócio e desenvolvimento regional”.

Participaram das atividades de demarcação da nova área agrícola, os estudantes bolsistas de Agronomia Luiz Eduardo Braga e Eduardo Steinhors, o estudante estagiário de Agronomia Luiz Gustavo Mach, a aluna estagiária do Laboratório de Topografia, Caroline Santa Maria, do curso de Engenharia Civil e a professora Engenheira Agrônoma Giselda Ghisleni.