NPJ da URI se reinventa para continuar respondendo às necessidades sociais

O curso de Direito da URI Santo Ângelo, por meio do Núcleo de Prática Jurídica, em seus estágios curriculares, realiza atendimentos jurídicos e atua na representação de processos judiciais no âmbito civil, penal e previdenciário, assistindo pessoas que não possuem condições financeiras de contratar profissional advogado. Todas as atividades são desempenhadas pelos acadêmicos, sob a orientação de professores e com a atuação de uma advogada.

Em meio à pandemia, os atendimentos a clientes, que são realizados pelos acadêmicos, foram suspensos e as aulas do estágio de prática jurídica passaram a ser realizadas na modalidade on-line.

Sabendo da importância e da necessidade da continuidade dos atendimentos a clientes pelo NPJur, no dia 6 de julho as atividades de estágio de prática jurídica foram retomadas pelos acadêmicos/estagiários na modalidade on-line, que realizam o estágio através da plataforma virtual google meet, onde recebem processos eletrônicos e físicos para analisarem e cumprirem prazos processuais.

Inclusive, o NPJur retomou os atendimentos a clientes, que realizam a consulta on-line com os acadêmicos. Para que isso fosse possível, foi montada uma sala no prédio 18, com computador, câmera e áudio, atendendo as medidas de prevenção ao Covid-19, onde o cliente tem a possibilidade de contatar os acadêmicos pelo meio virtual.  Aquele que tem condições de acessar o meio virtual de sua residência, pode assim proceder.

A coordenação e os professores do curso de Direito decidiram que seria necessário o retorno das atividades tendo em vista principalmente o importante papel social que é desempenhado perante a comunidade santo-angelense pelo Núcleo de Prática, como também, viabilizar a experiência da prática jurídica real aos acadêmicos, a fim de que possam aperfeiçoar o conhecimento e se tornarem profissionais capacitados e destacados no mercado de trabalho.

A coordenadora do curso, doutora Charlise Gimenez observa que “o Núcleo de Prática Jurídica se reinventou e se adaptou à nova realidade, trazendo inovação para o Direito, e tudo isso, pensando na função e no papel desempenhado pelo operador do direito, buscando sempre uma formação de excelência para os nossos acadêmicos”.