Aluno com surdez apresentou seu projeto de TCC em Ciências Contábeis

A URI Santo Ângelo continua se estruturando para causar impactos mais efetivos na vida de pessoas com deficiência. Para tanto, investe em serviços para o aperfeiçoamento de seus processos de trabalho no atendimento a alunos com deficiências, como o Núcleo de Acessibilidade, além de contar com professores capazes de dar suporte a esses estudantes.

Um exemplo dessa estruturação e aperfeiçoamento é o aluno João Marcos Barichelo.

Com surdez, ele apresentou o projeto de seu Trabalho de Conclusão de Curso em Ciências Contábeis, com sua dupla de estágio, a aluna Alessandra de Oliveira Sassi.

Com orientação da professora Ms Marisa Fernandes de Oliveira Envall, o projeto foi apresentado para uma banca formada pelos professores doutora Rosane Maria Seibert, doutora Neusa Maria Gonçalves Salla e mestre Bernardo Both. O projeto intitula-se “Contabilidade Ambiental: uma análise das evidenciações sócio-ambientais das empresas”.

João Marcos contou com assessoramento da tradutora e intérprete de Libras, Rossana Francieli Tolfo da Veiga Prestes.

O aluno João Marcos Barichelo é assistido por  Rossana em todas as aulas, recebendo atendimento em turno inverso, quando solicita, para a elaboração de trabalhos.

Implantado na URI em 2015, o Núcleo de Atendimento Especializado oferece serviços a estudantes com diferentes tipos de deficiência e é aberto a outras necessidades, como questões de aprendizagem, atendidas pelo setor Psicopedagógico.

Instalado no prédio 20, o NAE é integrado pela psicopedagoga Carina Streda, pela psicóloga Kamila Perin, a orientadora educacional Débora Escobar e a tradutora/intérprete de Libras Rossana Prestes.

Nas fotos, João Marcos e Alessandra Sassi apresentam o trabalho e posam com a tradutora Rossana e a orientadora Marisa Envall.