Avaliadoras do CNPq destacam qualidade das pesquisas e classificam a URI como proativa

O XXV Seminário Institucional de Iniciação Científica da URI foi encerrado no final da tarde de quinta-feira, 31, com reunião entre a direção do Câmpus, os coordenadores do Ciap Flávio Kieckow, do Ciapex Cinara Mürmann do Comitê de Ética e Pesquisa Lizete Piber, comissão organizadora do evento e docentes, com as avaliadoras do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), professoras doutoras Alzenira da Rosa, Claudia Bellochio, Marina Prigol e Claudia Severo da Rosa.

No encontro, o diretor Acadêmico Marcelo Stracke agradeceu a disponibilidade das avaliadoras e enfatizou “a importância de o trabalho da URI receber análise de um olhar externo, para que possamos melhorar ainda mais as nossas práticas”.

Com manifestações individuais, as avaliadoras cumprimentaram a URI pelo evento, lembrando que “vivemos tempos difíceis como formadores em instituições de Ensino Superior e por tudo que vivenciamos hoje, podemos afirmar a proatividade da URI”.

Elas elogiaram a pertinência da abordagem feita pelos painelistas, “jovens que souberam muito bem relacionar o tema do Seminário com a realidade” e registraram surpresa pelo alto nível dos trabalhos que avaliaram. “Impressionou a segurança dos bolsistas ao serem questionados, alguns recém no segundo semestre e já com espírito científico muito desenvolvido”.

As avaliadoras destacaram a cerimônia de premiação para Pesquisa e Extensão, observando a qualidade dos trabalhos e defendendo que o jovem precisa ser estimulado, reconhecido e aplaudido, sugerindo que aconteçam mais publicações nesta área.