Seminário de Iniciação Científica da URI reforçou compromisso da Universidade com as demandas da sociedade

O XXV Seminário Institucional de Iniciação Científica, o XVII Seminário de Extensão e o XXIII Seminário de Integração em Pesquisa e Pós-Graduação reuniu, dia 31 de outubro na URI Santo Ângelo, pesquisadores, estudantes da URI e de outras instituições de Ensino Superior do Brasil e da Argentina.

O objetivo do evento, que é anual, é oportunizar espaço de socialização do conhecimento e integração da pesquisa e extensão entre a URI e outras IES, comunidade regional, nacional e internacional.

O ato de abertura contou com o presidente da FuRI Jacson Cervi, o reitor Arnaldo Nogaro, pró-reitora de Ensino Edite Sudbrack, coordenadora Regional de Educação Rosa de Souza, secretário Municipal de Educação Valdemir Roepke, prefeito Jaques Barbosa, diretores de câmpus, professores e estudantes.

O momento cultural ficou a cargo do curso de Educação Física, com a coreografia “Energia”, liderada pelo professor Rodrigo Madalóz.

Em sua manifestação, o diretor Acadêmico da URI Santo Ângelo, Marcelo Stracke enfatizou a ligação indissolúvel entre ensino, pesquisa e extensão, sendo que esta, “é o cordão umbilical entre a Universidade e a sociedade”.

O reitor Arnaldo Nogaro classificou o SIIC como “a festa do conhecimento que mostra a qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão que a URI assumiu, por seu compromisso em responder às demandas da sociedade. Com eventos assim, preparamos ainda mais os acadêmicos para os desafios que os aguardam”.

CIÊNCIA COM RESPEITO E COMPARTILHAMENTO

Com 590 participantes inscritos, o SIIC teve apresentação de 361 trabalhos, em pôsteres e em plenárias que aconteceram pela manhã e tarde em diferentes salas e no Ginásio de Esportes. Além de docentes da URI, integraram as bancas examinadoras as avaliadoras do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), professoras doutoras Alzenira da Rosa, Claudia Bellochio, Marina Prigol e Claudia Severo da Rosa.

O tema do evento, “Pesquisa e extensão: ampliando horizontes na formação acadêmica”, buscou discutir a importância da pesquisa e extensão no processo da formação acadêmica e profissional do estudante, possibilitando uma visão aberta e ao mesmo tempo sensível às necessidades da sociedade.

O tema foi abordado por três painelistas: o doutorando Eslen Delanogare (egresso de Psicologia da URI), a Engenheira Física mestre Marina de Freitas (egressa da Escola da URI) e o engenheiro eletricista Tiago Bandeira Marchesan, diretor do Centro de Tecnologia da UFSM, com mediação da professora Rosângela Angelin. Basicamente, eles defenderam maior aproximação dos pesquisadores com a sociedade, a fim de que a Ciência seja melhor compreendida e assim, mais respeitada, e também praticar o conceito de que o conhecimento não é propriedade individual e como tal, precisa ser compartilhado.

O SIIC encerrou no final da tarde com duas outras atividades: a cerimônia de premiação dos trabalhos do XVII Seminário de Extensão e do XXIII Seminário de Integração em Pesquisa e Pós-Graduação e uma reunião com as avaliadoras do CNPq, quando coube a elas, avaliarem o evento da URI.